12 de abr de 2017

# Assaduras em bebês # blog maternidade

Conheça algumas dicas para tratar assaduras em bebês

Conheça algumas dicas para tratar assaduras em bebês
Imagem via: Pixabay
As assaduras são reações inflamatórias na pele de bebês e crianças, que causam ardência, dor, coceira, irritação e sensação de queimação. Costumam surgir em regiões com uso de fraldas, principalmente em ambientes quentes e úmidos. Seguem abaixo algumas dúvidas frequentes sobre o tema:

- As assaduras acontecem por falta de higienização correta?
As assaduras são irritações na pele, que afetam cerca de 50% dos bebês. O principal fator de risco é a demora na troca de fraldas, que prejudica a higienização. Existem outros fatores que podem ocasionar o problema, como uso de loções, desodorantes e talcos; diarreia – com aumento da quantidade de fezes nas fraldas – e o uso de medicamentos antibióticos, que podem gerar reações na pele.

- O calor facilita o surgimento das assaduras? Por que isso acontece?
Sim, o calor pode facilitar o surgimento de assaduras, mas não é o principal fator. O uso de fralda por bebês ocasiona aumento da temperatura e da umidade locais, o que aumenta as chances de irritação ocasionada pelo contato prolongado da urina e das fezes.

- Caso não sejam tratadas corretamente, as assaduras podem evoluir para micoses ou infecções de pele?
Sim. As bactérias, presentes no local, promovem a conversão de ureia em amônia, elevam o pH da pele e facilitam o aparecimento de infecções.

- Quando a assadura deve ser um sinal de alerta e o bebê encaminhado ao médico?
Quando a criança estiver muito irritada, desconfortável e com grandes áreas de vermelhidão na região da pele afetada pelas assaduras.

- Como deve ser feito o tratamento e quais os medicamentos indicados?
Pode se fazer a higiene da área com água morna durante as trocas de fraldas e, caso existam fezes, com enxágue abundante ou lenço umedecido próprio para recém-nascidos, sem perfume e sem álcool. Os cremes de barreira, como os à base óxido de zinco, devem ser utilizados em todas as trocas de fraldas para prevenir dermatites e tratar as assaduras. É importante que as medicações tópicas utilizadas não sejam cáusticas, pois podem causar queimaduras, e tenham mínima possibilidade de provocar dermatite no local.

- Qual a melhor maneira de evitar o problema?
A melhor maneira de se evitar assaduras é a prevenção. Para isso, deve-se manter a pele limpa e seca e sempre trocar as fraldas quando estiverem sujas de urina ou fezes.

REFERÊNCIAS :
Neo Química
- Ferreira B.I.A.L.S. et al. DERMATITIS: DIAGNOSIS AND THERAPY. Brazilian Journal of Surgery and
Clinical Research. 2013. Vol.5,n.2,pp.22-26.
- Fernandes J.D. Pathogenesis of napkin dermatitis – Part I. An. Bras. Dermatol. 2008;83(6):567-71.
- Malten K.E. Thoughts on irritant contact dermatites. Contact Dermatitis 1981: 7: 238-247.
- Silva L.J. Relato de uma experiência utilizando-se a clara de ovo na dermatite amoniacal no centro de
convivência infantil do Instituto “Dante Pazzanese” de cardiologia. R. Bras. Enferm. 1991.44(213):136
140.
- Consenso de cuidado com a pele do recém-nascido. Sociedade Brasileira de Pediatria.2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vida é um eco!
Se você não está gostando do que está recebendo, observe o que está emitindo...

Obrigada pela visita deixe seu link para que eu possa retribuir!
Comentários sempre são bem vindos!
Se gostou do post, por favor, clique e compartilhe.

Follow Us @soratemplates