Os dois anos de Arthur, como estamos passando pelo "terrible twos"

Postado por:
VANESSA FREITAS
Em: sexta-feira, abril 15, 2016 | 26 Comments
| 0

Os dois anos de  Arthur, como estamos passando pelo "terrible twos"
Meu bebezinho completou dois anos ontem, um misto de alegria e saudade tem tomado conta de mim por não tem mais bebê em casa, snif.

Há mais ou menos um mês temos percebido mudanças no comportamento dele, algo como birras, joga objetos no chão quando é contrariado, uma terrível obsessão com a palavra não, sim eram os terríveis dois anos chegando ou o "terrible twos"

Mas o que é esse "terrible twos"
A adolescência do bebê, primeira adolescência ou o famoso “terrible twos” – terríveis dois anos, em inglês –, é a fase em que a criança passa a se comportar de modo opositivo às solicitações dos pais. De repente, a criança que outrora era tida como obediente e tranquila passa a berrar e espernear diante de qualquer contrariedade. Bate, debate-se, atira o que estiver à mão e choraminga cada vez que solicita algo. Diz não para tudo, resiste em seguir qualquer orientação, a aceitar com tranquilidade as decisões dos pais, para trocar uma roupa, sair de um local ou guardar um brinquedo. Para completar, não atende aos pedidos e parece ser sempre do contra.

O que tem acontecido: 

Apesar destes episódios de birra ele nunca fez isso na frente dos outros, tem acontecido em casa ou as vezes na casa da avó, geralmente quando quer algum brinquedo, ou quer colo,não quer comer ou só quer alguma coisa da vontade dele mesmo. Quando nós adultos perguntamos se quer alguma coisa ele cruza os braços e diz não, no domingo a noite depois de chegar da casa da avó ele só fechava as mãos e batia os pés dizendo não(devia ter filmado,...)rsrsrsrsr
Outras vezes se abaixa segura nos joelhos e começa a chorar isso eu sei que é birra porque não sai uma gota dos olhos.

O que temos feito: 

bom eu vejo tudo com bom humor, claro que ás vezes irrita tanta choradeira e birras mas pra mim é engraçado ver qualquer atitude nova dele, esses dias ele ficou nervoso por alguma coisa que não lembro ai começou a chorar e encostou na parede igualzinho o Quico do Chaves, eu comecei a rir e depois ignoramos e ele parou, nesse momento eu peguei no colo e ele nem parecia aquela criança que a um minuto estava chorando zangado. Sim o carinho ajuda muito, não há birra que resista a um colinho ou abraço.

O importante é não se desesperar: 

Já passamos por isso com Ana Luiza e eu sei que passa, então por que o desespero. Arthur é bonzinho, dá birra mas é obediente, se pedimos para fazer algo ele corre e depois de pronto ele pede para bater na mão e dizer êêê todo feliz. Coloco sentado no sofá e ele vai quietinho e fica até alguém pegá-lo. O que eu tenho consciência é que ele é uma criança e precisa de nós adultos, por isso não se pode lidar com isso com falta de paciência.

Uma coisa verdadeira sobre crianças é que tudo passa e depois a gente lembra e ri de tudo que eles fizeram.

Artigos excelentes sobre o assunto:
Afeto ajuda os “terrible two” 
Adolescência do bebê: a terrível crise dos 2 anos 
A crise dos dois anos de idade



26 comentários :

  1. Oi!
    É o tempo passa rápido demais :) amo crianças. Elas crescem e ficamos com saudades do tempo que eram pequenas, mas o lado bom delas cresceram são as coisas que elas nos falam. Como por exemplo: Te amo :D
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Vanessa parabéns para o Arthur, crianças crescem rápido quando você vai ver já estão eles todos crescidos, que Deus abençoe ele sempre, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lucimar, eu tenho muito medo dessa hora rsrsrsrs

      Excluir
  3. Parabéns para o seu ex bebezinho Arthur,hoje já quase um rapazinho.
    Aproveite,e com birras ou sem birras nossas crianças crescem muito rápido e de repente zaz eles criam asas e voam.
    Bjsss e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  4. O segredo é paciência.
    Estou na fase do 5. kkk
    Bjão Van

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma já passou por essa fase Jeane agora é o outro, abraços

      Excluir
  5. Parabéns pelo aniversário do Arthur!
    Como eles crescem rápido Vanessa, aqui em casa tem um Arthur de 3 anos e meio e o moço é terrível.
    A pediatra dele disse na primeira consulta, que esse o nome não foi uma boa escolha, porque todos pacientes que ela tem com nome de Arthur são impossíveis.
    E vou te contar que quando passar essa fase, entra outra e assim vai consequentemente.
    Mas com certeza ele será sempre teu eterno bebê, para a gente os filhos são sempre crianças.
    Que ele te traga sempre muito amor e grandes alegrias, que seja sempre motivos de muito orgulho para você.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verade sempre tem uma coisa ou outra não é...rsrsrsr

      Excluir
  6. Verdade temos que ir levando no bom humor, paciência e pulso firme,
    pois é uma fase vão crescer.Tudo bem que tem dias que a paciência
    está esgotada, e que devemos respirar fundo, pois é uma fase bem complicadinha rs
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Parabéns para o Arthur!
    eles crescem rápido, eu não tenho filhos entendo pouco mais temos que aproveitar o máximo.
    bjúu´s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, o tempo passa tão rápido quando são pequenos. Abraços

      Excluir
  8. Tem que aproveitar todas as fazes seja as boas ou as ruim, afinal de conta são fases, e o bom é que ele tem pais presentes, tem pais que nem percebem isso nem ajudam e a criança chega a infância maior e a adolescence com problemas emocionais e os pais nem sabe por que não ajudaram em todas as fases. Continuem assim "presentes"..
    ✡✡Blog Encantado: Atellier Com Mãos de seda ✡✡
    ✡✡Fan Page do Blog✡✡
    ✡✡Bolsas personalizadas, e itens para festas✡✡

    ResponderExcluir
  9. Não sabia disso D; mas os pais tem que ter muita paciência e encarar numa boa e como você disse rir disso tudo no final!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Verdade!
    Acho que é a pior fase!
    Quem passou por ela, sabe!
    bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não Ana Paula, porque com dois anos ainda são pequenos e fáceis de moldar. Dificil mesmo é a fase da adolescência onde já entendem mais sobre o mundo e defendem suas idéias.

      Excluir
  11. parabens pelo aniversario do Arthur! E realmente uma fase dificil. Tenha muita paciencia e saiba aproveitar com qualidade os momentos com ele. Seja sabia! bjus

    ResponderExcluir
  12. É bem assim mesmo, eles mudam ao longo do crescimento, algumas coisas são engraçadas, ou um pouco cansativas, mas todas elas tocam nosso coração, mesmo que seja chato na hora, depois lembramos com um certo ar de nostalgia ... Parabéns pelos dois aninhos dele Vanessa, é uma fase muito fofa da vida da criança ...

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  13. Vanessa , nessa fase é muita paciência e firmeza. Já passei 3 vezes por ela e superei rsrs
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse termo, terrible twos. Essa fase é terrível mesmo. Geralmente a psicologia reversa, funciona (já testei com priminhos kkkkk). Mas creio que não deve ser o método mais indicado.

    Beijoos :*

    ResponderExcluir
  15. Nossa essa fase é mesmo terrível, mas agora estou perto de entrar na adolescência de verdade! Ainn que medo...haha adorei o post, seu bebê é lindo! Beijinhos :*

    ResponderExcluir

A vida é um eco!
Se você não está gostando do que está recebendo, observe o que está emitindo...

Obrigada pela visita deixe seu link para que eu possa retribuir!
Comentários sempre são bem vindos!
Se gostou do post, por favor, clique e compartilhe.

 

Layout: Minima blogger | Personalizado por: ✿ blog Vanessa Freitas
Copyright © 2014/2017 - É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.