Nossa experiência com cadeirinha de balanço ou bouncers

Postado por:
VANESSA FREITAS
Em: segunda-feira, dezembro 15, 2014 | 0 Comments
| 0

Oi gente tudo bem, hoje quero contar para vocês como foi nossa experiência com as famosas cadeirinhas de balanço. A Ana Luiza eu não usei cadeirinha de balanço ela era um bebê grande e com certeza seria um acessório perdido com pouco tempo de uso.

Quando Arthur estava com 2 meses eu quis comprar uma, comecei a pesquisar e levei em conta um preço baixo já que seria usada por pouco tempo pois ele também nasceu grande e que fosse atrativa para ele, e cheguei a este modelo:
Cadeirinha de balanço, nossa experiência
Foi ótima no começo porque podíamos colocar o Arthur e fazer qualquer coisa com ele ali pertinho, só não usava o aparelho que vibra porque ele não curtiu muito.
Cadeirinha de balanço, nossa experiência
Cadeirinha de balanço, nossa experiência
Quando começou a usar a mãozinha ele brincava com os acessórios da cadeira, segurava neles para se apoiar e tentar sair do cinto, foi ai que fiquei atenta que a cadeira não era mais segura e não deu outra com 7 meses ele tentou sair e a cadeira virou por cima dele. Foi o primeiro tombo e o último uso da cadeira.Nessa foto ele aparece em treinamento para fuga:
Cadeirinha de balanço, nossa experiência
Deixando claro gente que o problema não era a acadeira, era o dono que é ligeiro demais. Hoje ele fica mais no carrinho e ás vezes colocamos o berço dele na sala pelo menos acho mais seguro. 
Essa cadeira comprei no Submarino por 149,00, estava dando uma olhada no site e vir que está em falta, e na Americanas também.

Avaliação:

E vocês o que acham das cadeirinhas?
Me encontre no Pinterest



0 comentários :

Postar um comentário

A vida é um eco!
Se você não está gostando do que está recebendo, observe o que está emitindo...

Obrigada pela visita deixe seu link para que eu possa retribuir!
Comentários sempre são bem vindos!
Se gostou do post, por favor, clique e compartilhe.

 

Layout: Minima blogger | Personalizado por: ✿ blog Vanessa Freitas
Copyright © 2014/2017 - É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo do blog.